Anestesia em crianças: dúvidas frequentes



Anestesia em crianças é uma das principais preocupações dos pais, quando os filhos precisam realizar uma cirurgia, mesmo simples, como é o caso da otoplastia.


A cirurgia das orelhas é realizada para reparar deformidades ou questões estéticas nas orelhas, como as chamadas orelhas em abano (proeminentes), que são frequentemente motivo de bullying e baixa autoestima, principalmente em crianças e jovens.


É um procedimento relativamente simples, que pode ser realizado em crianças a partir dos sete anos de idade, quando o desenvolvimento das orelhas já está completo. 


Mesmo assim, é uma cirurgia plástica e, por isso, requer que o paciente esteja anestesiado. No caso do Projeto Orelhinha, é usada a sedação por acesso venoso e anestesia local. 


Neste artigo vamos responder algumas das principais dúvidas sobre a anestesia em crianças. Confira:


Como é feita a anestesia em crianças?

Em primeiro lugar, a criança deve passar por uma consulta de avaliação prévia com o anestesiologista, quando ele verifica se há algum fator que possa aumentar o risco de complicações e passa orientações aos pais. Esse é também o momento de tirar quaisquer dúvidas em relação à anestesia.

Nós tivemos uma maioria esmagadora de crianças que reagiram bem ao processo e realização da cirurgia, mas apenas os pais sabem dizer como os filhos lidam com essas situações. 


Caso a criança esteja muito nervosa ou em pânico, a cirurgia é remarcada, para não traumatizar. 

Quais são os riscos da anestesia?

O risco de uma anestesia está relacionado sobretudo às condições do paciente. 

Como a otoplastia não é um procedimento de emergência, ela é agendada com antecedência e, portanto, é possível preparar paciente fazendo o jejum da forma adequada e assegurando que ele não está com nenhuma infecção. Essas medidas já reduzem bastante os riscos de complicações.


Quais efeitos colaterais a criança pode ter ao acordar?

Na maioria das vezes, as crianças não sentem nada depois da anestesia, mas é possível, sim, que ela tenha alguns efeitos colaterais, como:


  • Sonolência, nervosismo ou confusão

  • Náusea ou vômito

  • Embora seja uma reação um pouco rara, há crianças que acordam apertando os dentes

Após a cirurgia, porém, a criança vai para uma sala de recuperação, onde permanece até que os sintomas tenham passado. Por ser um procedimento laboratorial, os pacientes vão embora no mesmo dia.


A ansiedade dos pais em relação à anestesia e à cirurgia como um todo é perfeitamente normal, mas a melhor forma de estar tranquilo é se informar ao máximo.


Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer as suas dúvidas sobre a anestesia para otoplastia em crianças. Se você ainda tiver algum questionamento a respeito, entre em contato com a gente. Teremos o maior prazer em ouvir e ajudar você!

618 visualizações

Responsável técnico 

Dr. Marcelo S. Assis

CRM / SP 93.498

RQE : 22.824

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram

© 2015 por Projeto Orelhinha.

Todos os direitos reservados

www.projetoorelhinha.com.br